Controlando as finanças pessoais

A parte mais difícil de morar sozinho é quando começam a chegar as contas. Aluguel, água, luz, telefone, cartão de crédito, supermercado… e quando você vê, o salário foi embora […]

A parte mais difícil de morar sozinho é quando começam a chegar as contas. Aluguel, água, luz, telefone, cartão de crédito, supermercado… e quando você vê, o salário foi embora na mesma semana em que recebeu. Para não se perder nos gastos, o melhor é se organizar e ter controle sobre as finanças pessoais. Mas como?

Em primeiro lugar, organize a papelada e encontre o seu método de controle. Para a papelada, tenha uma pasta ou caixa para colocar as contas que chegam via correio. Ideal mesmo é ter duas pastas: “contas a pagar” e “contas pagas”.

Para o controle, são várias opções. Eu já usei agenda, caderno, bloco de notas, planilhas no computador. Mas eu precisava de algo mais completo. Então eu descobri bons sites gratuitos para controle financeiro.

O que eu utilizo atualmente é o MoneyTrackin.

www.moneytrackin.com

Ele é completo, muito prático e simples de utilizar e é todo em português. Além de controlar as despesas e receitas de forma fácil, você faz parte de uma comunidade que compartilha dicas sobre como economizar. Dá para criar várias contas e compartilhar com outro usuário, classificar suas despesas ou receitas com tags e gerar relatórios.

Planilha do MoneyTrackin

Além do MoneyTrackin, existem outros aplicativos bacanas que você pode experimentar para controlar suas contas, como o Granatum e até mesmo nos próprios sites dos bancos (no portal do Banco do Brasil, por exemplo, eu sei que tem).

O interessante de fazer esse controle financeiro, especialmente nesses sistemas que geram relatórios, é conseguir ver justamente onde se gasta demais e onde dá pra economizar, para não chegar já na metade do mês no vermelho.

E você, como organiza as suas finanças?